Apoio a Nova Iguaçu

Por Assessoria de Imprensa

Anualmente, as chuvas de verão provocam tragédias por todo o país. A força das águas encontra a falta de preparo da população e dos governos, resultando em destruição e catástrofes e, neste ano, infelizmente a história se repete. Famílias no Rio de Janeiro sofrem esta triste realidade com as chuvas no estado, que assolaram a capital carioca e sua região metropolitana no início do mês, principalmente as cidades na Baixada Fluminense.

Os temporais dos dias 11 e 12 de Dezembro devastaram Nova Iguaçu, o município mais atingido pelas enchentes devido ao nível do Rio Botas ter subido rapidamente e inundado toda a região. A Prefeitura da cidade chegou a decretar estado de calamidade pública, com mais de 1000 moradores desalojados ou desabrigados.

Diante de tamanha destruição, no intuito de levar auxílio à comunidade de Nova Iguaçu, a Ancona Engenharia disponibilizou máquinas e equipamentos como retroescavadeira, escavadeira e caminhão, a fim de viabilizar a limpeza das ruas/locais que sofreram alagamentos e/ou desmoronamentos, para que os moradores pudessem ter os acessos liberados e retomarem as atividades do trabalho e da escola.

Como uma empresa que vê o ser humano em primeiro lugar, oferecemos nosso apoio à comunidade de Nova Iguaçu e lamentamos as perdas e danos ocorridos, fazendo votos para que a cidade se reestruture o mais breve possível.

 

Parque Guandu começa a segunda etapa

Por Assessoria de Imprensa

Até o final de julho, as obras do Parque Guandu, em Nova Iguaçu (RJ), entram em uma nova etapa. Com o fim da terraplenagem começam as obras de infraestrutura (construção de ruas, rede de água e esgoto). Assim, em agosto começa a construção das unidades.

Hoje já são 60 os funcionários da Ancona Engenharia, somados a outros 90 no canteiro de obras. A previsão é que no auge das obras de construção este número chegue a 700 pessoas trabalhando. A previsão de entrega dos apartamentos é dezembro de 2014.

As obras do Parque Guandu tiveram início em abril. Serão nove condomínios, com nove prédios de 32 apartamentos, totalizando 2.592 unidades. O terreno, de 174 mil metros quadrados, fica no município de Nova Iguaçu, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

Ancona inicia obras em Nova Iguaçu

Por Assessoria de Imprensa

A terraplanagem do terreno do Guandu, local onde a Ancona Engenharia prepara seu mais novo empreendimento, começa a ser feita durante o mês de março. São 174 mil metros quadrados – ao lado da Estação de Águas do Guandu, no município de Nova Iguaçu, região metropolitana do Rio de Janeiro.

Com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, a construtora vai erguer nove condomínios, com nove prédios de 32 apartamentos, totalizando 2.592 unidades. A previsão de entrega das primeiras unidades é 24 meses após o início efetivo das obras.

Os investimentos somam R$ 190 milhões e serão garantidos pelo Banco do Brasil, com recursos do programa “Minha Casa, Minha Vida”, do governo federal. A estimativa é da geração de mil empregos diretos.

A Ancona Engenharia também prevê a construção de equipamentos públicos que atendam ao empreendimento, como escola e posto de saúde. É a contrapartida social da empresa já acertada com a prefeitura de Nova Iguaçu.

(na imagem, uma projeção do Parque Guandu)

(Equipe Ancona Engenharia)

Ancona Engenharia marca sua entrada no Estado do Rio

Por Assessoria de Imprensa

Um convênio assinado entre o Banco do Brasil, a Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu e a Ancona Engenharia, esta semana, deve garantir o sonho da casa própria para mais de 2.500 famílias de Nova Iguaçu, região metropolitana do Rio de Janeiro. Com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida, do Governo Federal, a construtora vai erguer nove condomínios, com nove prédios de 32 apartamentos, totalizando 2.592 unidades. O terreno, de 174 mil metros quadrados, fica no Guandu, ao lado da Estação de Águas do Guandu.

Os investimentos somam R$ 190 milhões e serão garantidos pelo Banco do Brasil. A previsão da Ancona Engenharia, de acordo com seu diretor executivo, Humberto Ribeiro, é iniciar as obras de terraplenagem em fevereiro com as obras propriamente ditas começando em março. “Assim – segundo ele – as primeiras unidades já deveram ser entregues 24 meses após esta data.”

A estimativa é da geração de mil empregos diretos. A Ancona Engenharia também prevê a construção de equipamentos públicos que atendam ao empreendimento, como escola e posto de saúde. É a contrapartida social da empresa já acertada com a prefeitura de Nova Iguaçu.

O convênio inicial foi assinado com o prefeito recém-empossado de Nova Iguaçu, Nelson Bornier, e os superintendentes do Banco do Brasil, Reinaldo Kazufumi Yokoyama e Luiz Cláudio Batista, além de gerentes locais do banco. Pela Ancona Engenharia assinou o convênio o diretor Humberto Ribeiro.

A assinatura do convênio coincidiu com os 180 anos de emancipação política de Nova Iguaçu, município que faz parte da região metropolitana do Rio, que conta com 795 mil habitantes, segundo o Censo do IBGE de 2010. O empreendimento marca a entrada oficial da Ancona Engenharia no Estado do Rio, local onde a construtora já planeja outras obras de igual porte.

O prefeito de Nova Iguaçu, Nelson Bornier

O diretor executivo da Ancona Engenharia, Humberto Ribeiro

Equipe Ancona Engenharia